Deputado e pastor Marco Feliciano quer proibir bandas de profanarem no Brasil.

Um novo projeto de lei de autoria do pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) vem causando polêmica nas redes sociais nesta semana ao ameaçar proibir games, jogos de RPG, shows, filmes e programas de TV no Brasil “que profanem símbolos sagrados” – leia aqui o texto do PL na íntegra.

Apresentado no último dia 19 de setembro, o PL 8615/2017, atualmente em tramitação na Câmara dos Deputados, propõe mudanças no artigo 74 da Lei de nº 8.069, de 1990, para determinar a classificação indicativa “adequada às crianças e adolescentes” de programação de TV, cinema, DVD, jogos eletrônicos e de interpretação – RPG, exibições ou apresentações ao vivo abertas ao público, além de proibir conteúdos que “profanem símbolos sagrados”, como citado acima.

Pelo 1º parágrafo do novo projeto de Feliciano, “os responsáveis pelas diversões, espetáculos públicos, exibições ou apresentações ao vivo, abertas ao público, tais como as circenses, teatrais e shows musicais, deverão afixar, em lugar visível e de fácil acesso, à entrada do local de exibição, informação destacada sobre a natureza do espetáculo e a faixa etária especificada no certificado de classificação”.

Já o parágrafo seguinte do PL 8615 propõe o seguinte: “Não será permitido que a programação de TV, cinema, DVD, jogos eletrônicos e de interpretação – RPG, exibições ou apresentações ao vivo abertas ao público, tais como as circenses, teatrais e shows musicais, profanem símbolos sagrados.” Apesar de recorrente, essa “profanação de símbolos sagrados” a que se refere o texto não é exatamente explicada na proposta.

FONTE DO ARTIGO SITE IDG NOW:

http://idgnow.com.br/internet/2017/10/03/novo-pl-de-feliciano-pode-censurar-games-rpg-shows-e-filmes-no-brasil/

Deputado Pastor Marco Feliciano.

 

Nota do site Dominiinferi.com

Acreditamos que o incidente acontecido no Santander em Porto Alegre/RS possa ter sido o estopim para tal iniciativa do Deputado, exposição que foi tirada de cena o mais rápido possível afim de evitar maiores problemas com a sociedade e a forma em como ela é interpretada, sinceramente o nosso site não entende de arte e sim de musica, bandas, eventos e shows relacionados ao Rock/Metal e não lembro de alguém dentro do gênero musical extremo ter formado um partido politico para julgar pastores ou padres estupradores ou aliciadores de dizimo neste país, o tal livre arbítrio que é dito na Bíblia só serve para pastores? para bandas, músicos e artistas não serve? e por que não falar de gêneros musicais que expõem meninas menores a festas e orgias noturnas e gravidez prematura e que assim mesmo seus artistas são apoiados por rádios difusoras e TV aberta!!!

Equipe Dominiinferi.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *